Por uma sociedade apta a defender a liberdade, preservar sua história e construir um futuro digno, íntegro e próspero.

Instituto Civitas

Por uma sociedade apta a defender a liberdade, preservar sua história e construir um futuro digno, íntegro e próspero.

A SINISTRA ALIANÇA DO MAL

Por Eduardo Vieira, em 5 de junho de 2019

A frente de combate mais claramente maligna na guerra cultural empreendida pela esquerda mundial contra a sociedade ocidental está focada nas crianças.

Formou-se contra essas pessoinhas indefesas, uma tenebrosa aliança espúria que conta com financiadores, ausência total de escrúpulos, agentes sanguinários e assassinos capazes de fazer Jack, o Estripador, parecer um batedor de carteiras.

Existem muitos grupos nessa aliança nefasta, mas três são mais proeminentes nessa luta covarde, por vezes compartilhando pautas e ações. Os movimentos LGBT, os apoiadores da ideologia de gênero, seja nos esportes ou não, e os defensores do aborto.

Dos movimentos LGBT (não estou criticando homossexuais ou simpatizantes. Apenas os movimentos com essas bandeiras, deixando espaço para eventuais exceções que podem existir, mas desconheço) vimos há alguns anos a defesa explícita da pedofilia por um dos ícones do movimento na Bahia, uma criatura conhecida como Luis Mott. Esse ser, se devidamente investigado, tenho impressão de que poderia fornecer farto material sobre essa perversa prática no Brasil. Para quem tem estômago remeto ao texto de sua autoria, “Meu moleque ideal”. Não recomendo, aviso logo.

À perversão desse senhor podemos incluir diversas outras ações dos movimentos LGBT ou apoiadores, como o projeto de lei de Jean Wyllys e Erika Kokay que permitiria a aprovação de operação de mudança de sexo em menores de idade CONTRA a vontade dos pais e sem a necessidade do parecer de um juiz. (PL 5002/2013, arquivado).

Cito ainda a declaração de outra voz do movimento LGBT, desta vez do Chile, do monstruoso Rolando Jiménez, que declarou em alto e bom som, gravado em vídeo: “Vamos fazer creme com os fetos.” (2018). Este senhor era porta-voz do Movimiento de la Liberación Homosexual (Movilh) e era ligado à Miles Chile (mileschile.cl), uma entidade pró-aborto que recebe financiamento direto da Federação Internacional da Planned Parenthood.

A esse time se junta a maior organização na área no planeta, a infame Planned Parenthood. Que possui, para meu espanto, uma Federação Internacional dedicada à instalação de seu modelo de negócios no mundo todo. Quem não conhece essa organização deve se informar. Foram condenados recentemente por venda de tecido de fetos abortados e teve como fundadora uma ativista racista cuja meta era matar a maior quantidade possível de negros ainda no ventre. Para isso contou com o apoio secundário da indústria de valorização da sub-cultura de gueto que por sua vez, resultou no dramático aumento no número de famílias desfeitas entre os negros americanos e elevação proporcional no número de abortos.

A força dessa organização é tal que recentemente executivos da Netflix, Disney, Fox, Warner e outras grandes empresas se uniram numa bizarra ameaça de boicote a um estado inteiro nos Estados Unidos, porque os representantes daquela população aprovaram leis contrárias ao aborto mais livre.

Outro exemplo foi o pedido de presente de casamento do ator que faz a série “Lúcifer”. Incorporando seu papel, o triste imoral pediu doações à Planned Parenthood como presente de casamento. Se o nome da série não era motivo para evitá-la, agora não resta mais dúvida.

Muito poderia escrever sobre o passado asqueroso dessa agenda, que remonta ao covil escuro do Marquês de Sade, mas vou me ater ao presente.

Quem achou incrível a tragédia do pequeno que foi mutilado, morto e esquartejado saiba que essa ação deriva diretamente das forças em movimento aqui descritas.

Do nosso lado temos ferozes defensores da vida se erguendo em número cada vez maior e nações inteiras abraçando a causa numa oposição digna e firme que será lembrada na História. Destaco aqui o filme Unplanned, que deve ser boicotado pelo cinema brasileiro mas que deve ser assistido. Já no início desfere golpe mortal na narrativa assassina do aborto.

Esse é o front mais importante da imensa guerra sendo travada hoje no mundo entre as forças das trevas e os guerreiros da Luz. Absorva isso, estude, confirme, propague.

Não vote em ninguém que não declare publicamente ser pró-vida. Não financie nenhum inimigo da minoria mais indefesa do planeta Terra. Nunca abaixe a cabeça ou a voz quando essa pauta perversa for defendida.

Nada é mais importante, nenhum dever jamais foi tão digno.

Que Deus nos ajude e fortaleça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.